top of page

Qual é o segredo da oração eficaz?

Atualizado: 16 de nov. de 2023



Já se perguntou sobre a eficácia das suas orações? Quando você se coloca diante do Altíssimo em busca de respostas, você se pergunta se Ele realmente ouve suas petições? No intrincado universo da oração, surge a pergunta fundamental: como podemos ter confiança de que nossas palavras não estão apenas ecoando no vazio, mas sendo ouvidas pelo Criador do Universo? A chave para desvendar esse mistério está contida em 1 João 5:14, 15. Estes versículos nos convidam a explorar a confiança que podemos ter ao nos aproximarmos de Deus em oração e nos revela um critério crucial: pedir de acordo com a Sua vontade. Vamos explorar juntos o significado por trás de cada palavra e desvendar a confiança extraordinária que podemos ter ao nos aproximarmos do Trono da Graça. Está pronto para essa jornada? Então, vamos lá!


A Escritura diz:


Estamos certos de que ele nos ouve sempre que lhe pedimos algo conforme sua vontade. E, uma vez que sabemos que ele ouve nossos pedidos, também sabemos que ele nos dará o que pedimos.

1João‬ ‭5:14‭-‬15‬ ‭NVT‬‬


Este texto bíblico nos revela que:


PODEMOS TER CERTEZA DE QUE DEUS OUVIRÁ E RESPONDERÁ A NOSSA ORAÇÃO QUANDO PEDIMOS ALGO QUE ESTÁ EM HARMONIA COM A SUA VONTADE.

Pelos seguintes motivos:


1. DEUS NOS OUVE SEMPRE QUE PEDIMOS ALGO QUE ESTEJA DE ACORDO COM A SUA VONTADE (1 Jo. 5.14).

"Estamos certos de que ele nos ouve sempre que lhe pedimos algo conforme sua vontade".


João tinha certeza de que Deus o ouvia quando pedia algo de acordo com a Sua vontade. Podemos ter certeza de que Deus nos ouvirá quando nossos pedidos estão alinhados com a Sua vontade. O que você tem pedido está de acordo com a vontade de Deus? Quando pedimos de acordo com a vontade Deus revelada nas Escrituras, podemos estar certos de que Ele nos ouvirá.


O texto também nos revela que:


2. DEUS ATENDE OS NOSSOS PEDIDOS QUANDO ESTÃO DE ACORDO COM A SUA VONTADE (1 Jo. 5.15).

"E, uma vez que sabemos que ele ouve nossos pedidos, também sabemos que ele nos dará o que pedimos".


A certeza de que Deus ouve pedidos que estão de acordo com a Sua vontade, leva o autor sagrado a concluir que Deus atenderá estes pedidos. O segredo, portanto, para Deus atender a nossa oração é fazer pedidos que estão em conformidade com a Sua vontade. Logo, podemos concluir que Deus jamais vai atender uma oração que esteja fora da sua vontade.


Tanto é verdade que a Bíblia ensina que:


3. DEUS NÃO ATENDE ORAÇÕES EGOÍSTAS (Tg. 4.3).

"E, quando pedem, não recebem, pois seus motivos são errados; pedem apenas o que lhes dará prazer".


O autor revela neste versículo que as pessoas não recebem o que pedem porque as suas motivações e propósitos são egoístas e carnais. Deus conhece as motivações e intenções dos nossos pedidos. E quando estes são egoístas Ele não atende. Portanto, reflita sobre as motivações e propósitos dos seus pedidos antes de apresentar para Deus. Por qual motivo e com que intenção você está fazendo seus pedidos para Deus?

E para que tenhamos total certeza de Deus ouve e responde oração que estão de acordo com a sua vontade, a Palavra de Deus também nos revela que:


4. DEUS NÃO ATENDE ORAÇÃO QUE NÃO RESPEITA A SUA DECISÃO.

Pelos seguintes motivos:


DEUS NÃO ATENDEU A ORAÇÃO DE MOISÉS, POIS JÁ TINHA DECIDIDO QUE ELE NÃO IRIA ENTRAR NA TERRA PROMETIDA (Dt. 3.23-27).

‭‭ [23] “Também naquela ocasião, supliquei ao Senhor: [24] ‘Ó Senhor Soberano, tu apenas começaste a mostrar a este teu servo a tua grandeza e a força da tua mão. Existe algum deus no céu ou na terra capaz de realizar obras tão grandiosas e poderosas como as que tu realizas? [25] Por favor, peço que me deixes atravessar o Jordão para ver a boa terra do outro lado do rio, a bela região montanhosa e o Líbano’. [26] “Mas o Senhor estava irado comigo por causa de vocês e não me atendeu. ‘Basta!’, declarou ele. ‘Não toque mais nesse assunto. [27] Suba ao topo do monte Pisga e contemple a terra em todas as direções. Olhe bem, pois você não atravessará o Jordão.


Deus já tinha decidido que Moisés e Arão não iriam entrar na terra prometida porque não confiaram em Deus e não obedeceram o que Deus havia ordenado (Nm. 20.8-12).

Moisés ora pedindo para Deus deixá-lo entrar na Terra prometida e Deus não atendeu.

Este texto nos faz entender que as nossas orações não nos livra da disciplina divina. Quando Deus resolve disciplinar seus servos, nenhuma oração mudará sua decisão.


A Palavra de Deus nos mostra que:


DEUS NÃO ATENDEU A ORAÇÃO DE DAVI, POIS JÁ HAVIA DECIDIDO MATAR O SEU FILHO (2 Sm. 12.14-18).

[14] Contudo, uma vez que você demonstrou o mais absoluto desprezo pela palavra do Senhor ao agir desse modo, seu filho morrerá”. [15] Depois que Natã voltou para casa, o Senhor fez adoecer gravemente o filho de Davi com a mulher de Urias. [16] Davi suplicou ao Senhor que poupasse a criança. Jejuou e passou a noite prostrado no chão. [17] Os oficiais do palácio insistiram para que ele se levantasse e comesse com eles, mas Davi se recusou. [18] No sétimo dia, a criança morreu. Os servos de Davi ficaram com medo de contar para ele. “Não ouviu nossos conselhos quando a criança estava doente”, disseram. “Se lhe contarmos que a criança morreu, poderá cometer uma insanidade.”


Deus decidiu matar o filho de Davi pelo fato dele ter desprezado a Palavra do Senhor ao cometer adultério e assassinato. Davi pediu para Deus poupar a vida do seu filho e não foi atendido.

Mais uma vez a Bíblia nos mostra que Deus não atendeu uma oração que comprometia sua decisão.


DEUS NÃO ATENDEU A ORAÇÃO DE PAULO, POIS QUERIA LIVRÁ-LO DO ORGULHO, MOSTRAR A SUFICIÊNCIA DA SUA GRAÇA E REVELAR O SEU PODER EM SUA FRAQUEZA (2 Co. 12.7-9).

‭‭ [7] ainda que eu tenha recebido revelações tão maravilhosas. Portanto, para evitar que eu me tornasse arrogante, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás para me atormentar e impedir qualquer arrogância. [8] Em três ocasiões, supliquei ao Senhor que o removesse, [9] mas ele disse: “Minha graça é tudo de que você precisa. Meu poder opera melhor na fraqueza”. Portanto, agora fico feliz de me orgulhar de minhas fraquezas, para que o poder de Cristo opere por meu intermédio.


Paulo compreendeu que Deus não atendeu o seu pedido para que ele não se tornasse arrogante, entendesse que a graça de Cristo é suficiente e experimentasse o poder de Cristo em sua fraqueza. Às vezes Deus não atende a nossa oração porque quer nos livrar de algo pior como o orgulho, quer mostrar que a sua graça é suficiente em nosso sofrimento e quer que desfrutemos do seu poder quando estamos fracos por consequências das tribulações que enfrentamos.


O QUE DEUS SOBERANAMENTE DECIDIU FAZER NENHUMA ORAÇÃO MUDA.

Além do que já vimos, a Escritura também nos ensina que:


5. DEUS ATENDE A ORAÇÃO QUE PRIORIZA E SE SUBMETE A SUA VONTADE.

Vale a pena dizer que na oração do Pai Nosso Jesus ensinou a pedir a realização da vontade de Deus na terra (Mt. 6.10), e Ele mesmo pediu para que a vontade de Deus fosse feita em sua vida (Lc. 22.42): "Pai, se queres, afasta de mim este cálice. Contudo, que seja feita a tua vontade, e não a minha".


Portanto, à luz desses exemplos e do ensinamento bíblico, podemos concluir que Deus não atende orações que não estão de acordo com Sua vontade, pois Ele é soberano e age de acordo com Seus propósitos. Isso nos lembra da importância de buscar Sua vontade em nossas orações e confiar em Seu plano perfeito para nossas vidas.


NÃO ORAMOS PARA QUE DEUS FAÇA A NOSSA VONTADE, MAS PARA QUE SUA VONTADE SEJA FEITA.

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page