top of page

Como nos preparamos para as batalhas espirituais?

Atualizado: 29 de mai. de 2023



Como nos preparamos para as batalhas espirituais?

Com quem lutaremos?

Como o que devemos lutar?

Como devemos lutar?


Efésios 6.10-20


“10Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. 11Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo, 12pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. 13Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. 14Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça 15e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. 16Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno. 17Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. 18Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.

19Orem também por mim, para que, quando eu falar, seja-me dada a mensagem a fim de que, destemidamente, torne conhecido o mistério do evangelho, 20pelo qual sou embaixador preso em correntes. Orem para que, permanecendo nele, eu fale com coragem, como me cumpre fazer.”.


Este texto nos revela que:


Todos os cristãos enfrentarão batalhas espírituais.

Por esse motivo:


Os cristãos devem se preparar para as batalhas espirituais.

Como se preparar para as batalhas espirituais?


Fortalecendo-se no Senhor e no seu forte poder (10).

“Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder”.


Vestindo toda a armadura de Deus (11).

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo”.


Mantendo-se firme (14).

“Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça”.


A batalha espiritual exige preparação espiritual.



Os cristãos devem conhecer os seus inimigos.

Quais são os seus inimigos que enfrentaremos nas batalhas espirituais?


O Diabo (11).


A passagem bíblica nos revela que o Diabo:


Prepara ciladas (11).

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo”.


Joga setas inflamadas (16).

“Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno”.


Os demônios (12).


O texto nos informa que os demônios:


São numerosos.

“pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades”.


São poderosos.

“... contra os dominadores deste mundo de trevas...”.


São invisíveis.

“... contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais”.


A batalha espiritual é contra as forças espirituais do mal.


Os cristãos devem vestir toda a armadura de Deus (11).

Com que propósito deve ser usada a armadura de Deus?


A armadura de Deus deve ser usada com os seguintes propósitos:


Para ficar firme contra as ciladas do Diabo (11).

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo”.


Para resistir o dia mau (13).

“Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo”.


Para permanecer inabalável (13).

“Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo”.


Por quais motivos os cristãos devem usar a armadura de Deus?

Pelos seguintes motivos:


A armadura de Deus contém armas defensivas.


O cinto da verdade (14).

“Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça”.


A verdade nos dá liberdade para lutar.


A couraça da justiça (14b).

“Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça”.


A justiça creditada a nós e a justiça que exercemos nos defendem.


As sandálias do evangelho (15).

“e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz”.


O evangelho deve ser pregado em outros lugares.


O escudo da fé (16).

“Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno”.


A fé em Cristo nos protege das tentações, das adversidades e das dúvidas.


O capacete da salvação (17).

“Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus”.


A salvação pela graça nos dá segurança.


A armadura de Deus contém arma ofensiva (17).


A espada do Espírito (17).

“Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus”.


O Espírito inspirou homens a escreverem a Palavra de Deus (2 Pe. 1.20,21).


“20Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, 21pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo”.


A Palavra de Deus. (17b).

“Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus”.


Jesus citou a Palavra de Deus nas tentações que sofreu (Mt. 4.4,7,10).


4Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’”.


7Jesus lhe respondeu: “Também está escrito: ‘Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus’”.


10Jesus lhe disse: “Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto’”.


A batalha espiritual exige o uso da armadura de Deus.


Os cristãos devem depender de Deus (18).

O texto bíblico nos mostra que:


A oração deve ser estimulada e guiada pelo Espírito (18).

“Orem no Espírito ...”.


A oração deve ser feita em todas as ocasiões (18).

“Orem no Espírito em todas as ocasiões...”.


A oração deve ter pedidos e súplicas (18).

“... com toda oração e súplica...”.


A oração deve ser acompanhada de vigilância (18).

“... tendo isso em mente, estejam atentos...”.


A oração deve ser em favor de todos os irmãos (18).

“... e perseverem na oração por todos os santos.”.


A oração também deve ser em favor dos líderes da igreja (19,20).

“Orem também por mim, para que, quando eu falar, seja-me dada a mensagem a fim de que, destemidamente, torne conhecido o mistério do evangelho, pelo qual sou embaixador preso em correntes. Orem para que, permanecendo nele, eu fale com coragem, como me cumpre fazer”.


A batalha espiritual requer uma vida de oração, intercessão e vigilância.



Conclusão


A batalha espiritual deve ser enfrentada com preparo espiritual, com a armadura de Deus, com conhecimento a respeito do inimigo e com oração.


Prepare-se para as batalhas.

Vista a armadura de Deus.

Conheça os seus inimigos.

Ore e interceda continuamente.

458 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Nov 30, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

Que benção, glória a Deus!

Like
bottom of page