top of page

A Providência Divina nos Animais.



Um exame detalhado em alguns versículos bíblicos chegaremos a conclusão que:


Deus faz a sua vontade nos animais.


Deus criou, sustenta, mata e renova os animais (Sl. 104.24-30).


Quantas são as tuas obras, Senhor! Fizeste todas elas com sabedoria! A terra está cheia de seres que criaste.

Eis o mar, imenso e vasto. Nele vivem inúmeras criaturas, seres vivos, pequenos e grandes.

Nele passam os navios, e também o Leviatã, que formaste para com ele brincar.

Todos eles esperam em ti para que lhes dês o alimento no tempo certo;

tu lhes dás, e eles o recolhem, abres a tua mão, e saciam-se de coisas boas.

Quando escondes o rosto, entram em pânico; quando lhes retiras o fôlego, morrem e voltam ao pó.

Quando sopras o teu fôlego, eles são criados, e renovas a face da terra”.


Deus se preocupa com a preservação dos animais (Dt. 22.6,7; 25.4).


“Se você passar por um ninho de passarinho junto ao caminho, seja numa árvore ou no chão, e a mãe estiver sobre os filhotes ou sobre os ovos, não apanhe a mãe com os filhotes.

Você poderá apanhar os filhotes, mas deixe a mãe solta, para que tudo vá bem com você e você tenha vida longa”.

“Não amordacem o boi enquanto está debulhando o cereal”.

Deuteronômio 25:4


Deus guiou animais para uma determinada cidade com o propósito de confirmar que Ele era o autor de todo o sofrimento que os filisteus padeciam (1 Sm. 6.7-12).


“Agora, então, preparem uma carroça nova, com duas vacas que deram cria e sobre as quais nunca foi colocado jugo. Amarrem-nas à carroça, mas afastem delas os seus bezerros e os ponham no curral.

Coloquem a arca do Senhor sobre a carroça, e ponham numa caixa ao lado os objetos de ouro que vocês estão lhe enviando como oferta pela culpa. Enviem a carroça,

e fiquem observando. Se ela for para seu próprio território, na direção de Bete-Semes, então foi o Senhor quem trouxe essa grande desgraça sobre nós. Mas, se ela não for, então saberemos que não foi a sua mão que nos atingiu e que isso aconteceu conosco por acaso".

E assim fizeram. Pegaram duas vacas com cria e as amarraram a uma carroça e prenderam seus bezerros no curral.

Colocaram a arca do Senhor na carroça e junto dela a caixa com os ratos de ouro e as imagens dos tumores.

Então as vacas foram diretamente para Bete-Semes, mantendo-se na estrada e mugindo por todo o caminho; não se desviaram para a direita nem para a esquerda. Os governantes dos filisteus as seguiram até a fronteira de Bete-Semes”.


Deus ordenou que os corvos alimentassem Elias (1 Rs. 17.2-6).


“Depois disso a palavra do Senhor veio a Elias:

‘Saia daqui, vá para o leste e esconda-se perto do riacho de Querite, a leste do Jordão.

Você beberá do riacho, e dei ordens aos corvos para o alimentarem lá’.

E ele fez o que o Senhor lhe tinha dito. Foi para o riacho de Querite, a leste do Jordão, e ficou por lá.

Os corvos lhe traziam pão e carne de manhã e de tarde, e ele bebia água do riacho”.


Deus usou os animais anfíbios para aplicar o seu juízo sobre os egípcios (Êx. 8.1-6).


“O Senhor falou a Moisés: "Vá ao faraó e diga-lhe que assim diz o Senhor: Deixe o meu povo ir para que me preste culto.

Se você não quiser deixá-lo ir, mandarei sobre todo o seu território uma praga de rãs.

O Nilo ficará infestado de rãs. Elas subirão e entrarão em seu palácio, em seu quarto, e até em sua cama; estarão também nas casas dos seus conselheiros e do seu povo, dentro dos seus fornos e nas suas amassadeiras.

As rãs subirão em você, em seus conselheiros e em seu povo".

Depois o Senhor disse a Moisés: "Diga a Arão que estenda a mão com a vara sobre os rios, sobre os canais e sobre os açudes, e faça subir deles rãs sobre a terra do Egito".

Assim Arão estendeu a mão sobre as águas do Egito, e as rãs subiram e cobriram a terra do Egito”.


Deus controlou as ações dos animais selváticos e livrou Daniel da morte (Dn. 6.20-23).


“Quando ia se aproximando da cova, chamou Daniel com voz aflita: "Daniel, servo do Deus vivo, será que o seu Deus, a quem você serve continuamente, pôde livrá-lo dos leões? "

Daniel respondeu: "Ó rei, vive para sempre!

O meu Deus enviou o seu anjo, que fechou a boca dos leões. Eles não me fizeram mal algum, pois fui considerado inocente à vista de Deus. Também contra ti não cometi mal algum, ó rei".

O rei muito se alegrou e ordenou que tirassem Daniel da cova. Quando o tiraram da cova, viram que não havia nele nenhum ferimento, pois ele tinha confiado no seu Deus”.


Deus usou e controlou um animal marinho para punir Jonas (Jn. 1.17; 2.10).


“Então o Senhor fez com que um grande peixe engolisse Jonas, e ele ficou dentro do peixe três dias e três noites”.

E o Senhor deu ordens ao peixe, e ele vomitou Jonas em terra firme.

Jonas 2:10


Deus preserva os animais (Sl. 147.9).


Ele dá alimento aos animais, e aos filhotes dos corvos quando gritam de fome”.


“Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas”?

(Mt. 6:26).


“Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês”.

(Mt. 10:29).


Deus não se esquece dos animais (Lc. 12.6).


“Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus”.


Deus sabe onde os peixes estão (Lc. 5.1-6).


“Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus.

Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos pescadores, que estavam lavando as suas redes.

Entrou num dos barcos, o que pertencia a Simão, e pediu-lhe que o afastasse um pouco da praia. Então sentou-se, e do barco ensinava o povo.

Tendo acabado de falar, disse a Simão: "Vá para onde as águas são mais fundas", e a todos: "Lancem as redes para a pesca".

Simão respondeu: "Mestre, esforçamo-nos a noite inteira e não pegamos nada. Mas, porque és tu quem está dizendo isto, vou lançar as redes".

Quando o fizeram, pegaram tal quantidade de peixe que as redes começaram a rasgar-se”.


Deus sustenta, controla, governa e usa os animais para os seus propósitos.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo